Seguro de vida individual - 3 Capitais

Contactar o seu gestor

Um seguro que dá a máxima proteção ao cliente e/ou à sua família, garantindo o pagamento de até um máximo de 3 vezes o capital seguro em caso de morte ou invalidez podendo também ser utilizado como garantia de processo de crédito.

​É um produto com as coberturas de morte e invalidez que garante o pagamento de um capital em caso de:

Cobertura principal

  • Falecimento por qualquer causa.

Coberturas complementares

  • Falecimento por acidente
  • Falecimento por acidente cardiovascular
  • Falecimento por acidente de circulação
  • Invalidez Definitiva para a Profissão ou Atividade Compatível (IDPAC) *
  • IDPAC por acidente
  • IDPAC por acidente de circulação
  • Isenção de pagamento de prémios

Vantagens:

  • Invalidez Definitiva para a Profissão ou Atividade Compatível a partir de 55%.
  • Apólice anual, renovável automaticamente até aos 65 anos da pessoa segura, com a possibilidade de prolongamento até aos 70, vigorando apenas a cobertura de morte.
  • Possibilidade de fracionamento no pagamento de prémios.
  • Possibilidade de indemnização de 1, 2 ou 3 capitais seguros dependendo do tipo de cobertura.
  • Em caso de sinistros por invalidez a apólice mantém-se em vigor para a cobertura de morte, estando o cliente isento do pagamento de prémios até ao final do contrato.
  • Possibilidade de ser dado como garantia a um processo de crédito do cliente
  • Capital Seguro constante.
Informacão
Informações de interesse

* Para efeitos desta Condição Especial, o Segurador reconhece a existência de Invalidez Definitiva para a Profissão ou Atividade Compatível quando se verificarem, cumulativamente os seguintes requisitos:
a) Corresponda a um grau de desvalorização igual ou superior a 55%, de acordo com a Tabela Nacional de Incapacidades por acidentes de trabalho e doenças profissionais em vigor na data do reconhecimento da invalidez;
b) A declaração de existência de Invalidez Definitiva para a Profissão ou Atividade Compatível, sem interrupção, durante pelo menos, 6 (seis) meses a contar da data da constatação médica inicial;
c) A Pessoa Segura fique incapaz de exercer a sua profissão ou qualquer outra atividade lucrativa compatível com os seus conhecimentos e capacidades;
d) Seja reconhecida previamente pela instituição de Segurança Social pela qual a Pessoa Segura se encontra abrangida, pelo Tribunal do Trabalho ou por Junta Médica.